Ontem, dia 05/08, comemoramos o Dia Nacional da Saúde. Curiosamente, essa data é associada ao nascimento do grande médico sanitarista Oswaldo Cruz, o nome por trás da histórica “Revolta da Vacina”, que visava conscientizar a população da época sobre o grande perigo que as doenças contagiosas como a varíola e a febre amarela traziam.

O objetivo com a data é de fato alertar sobre a importância da saúde e da tomada de hábitos saudáveis como pilares para uma vida mais leve e melhor. Coincidência ou não, daqui há 1 mês e 4 dias é também simbolizado o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.

E por que eu estou tocando nesse assunto?

Hoje, a saúde mental é tema de grandes debates em todo o mundo. A depressão é uma das doenças que mais matam e o pior, dilaceram o psicológico de quem lida com ela de uma maneira cruel e progressiva.

Vivemos em tempos onde a cobrança por padrões, comportamentos e adequações à sociedade é excessiva. Afinal, quem não queria a vida perfeita das celebridades do Instagram?

É nesse mundo onde as futilidades ganham cada vez mais destaque que nos deparamos com as maiores fragilidades da vida humana. Quem não se chocou com a notícia de que Demi Lovato, estrela do Pop americano, linda, milionária, dona de hits no mundo todo teve uma overdose de – ao que tudo indica – heroína? Felizmente, ela não entrou para a estatística.

Só no Brasil, o suicídio é a maior causa de morte entre adolescentes. O número de suicídios do ano de 2017 para cá cresceu em 12%. Preocupante é pouco para esses dados.

Por isso, quero que você preste muita atenção em como anda a sua mente. Você está de fato feliz com sua rotina atual? Do que você sente falta? Aqui seguem alguns hábitos que comecei a levar para a minha vida e que fazem uma grande diferença no meu dia a dia no que diz respeito a minha saúde mental:

1. Tire um tempo só pra você

Parece muito clichê essa dica, eu sei. Mas você de fato tira aquele momento do dia para apenas pensar em si mesmo?

Colocar uma música que você curte enquanto cozinha algo que gosta, ler algo que te instigue, fazer as unhas ou cuidar de sua pele, algo só seu? Sem pensar no seu trabalho, naquele relacionamento que não rolou, naquela frustração de mil anos atrás…

Estar em contato consigo mesmo em algo prazeroso é uma das mais autênticas formas de felicidade.

2. Organize a sua casa ou qualquer ambiente no qual você passe muito tempo

Ok. Sei que é chato arrumar casa. Faxina então… Uó! Mas e se eu te contasse que isso influencia muito o astral do lugar onde você vive?

Viver em um ambiente organizado faz com que você coloque seus pensamentos no lugar e pense de forma mais positiva.

Sabe aquele cheirinho gostoso de casa arrumada? Faz um bem danado ao coração!

3. Pratique o exercício da autoestima e autoaceitação

Aqui está a última e mais importante dica: todos os dias ao acordar, se olhe no espelho e diga pra você [email protected]: eu sou incrível!

Veja a beleza das suas imperfeições, afinal, elas te fazem ú[email protected]!

Fica triste vendo o feed das redes sociais? Se sente mal com os padrões de beleza ali apresentados? Comece a seguir pessoas com corpos e atitudes diferentes, que falem de assuntos que agregam, de coisas positivas. Tenho certeza de que você vai se sentir muito melhor 😉

Por fim, não se conscientize sobre a saúde (mental ou física) só no dia em que comemoramos isso. Faça dessa prática algo diário e indispensável.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here