Longevidade,“A expectativa de vida média do brasileiro cresceu nos últimos tempos, hoje ultrapassa os 75 anos. É ótimo saber que estamos vivendo mais, mas estamos envelhecendo com qualidade de vida? Eis a questão.

Para conquistar uma saúde plena, alguns comportamentos deveriam começar ainda na infância, mas nunca é tarde demais para adotar hábitos saudáveis. Se o objetivo é viver mais e com qualidade de vida, a receita é simples e depende de você.

Além da prática regular de atividade física, controle da obesidade, distância do cigarro e do álcool, exercitar a mente e manter uma relação harmoniosa com as pessoas e o mundo, é essencial  ficar de olho no que você come.

E que vençam os vegetais! Eles são indispensáveis para manter a saúde em dia. Ricos em fibras, vitaminas e antioxidantes, as verduras, as leguminosas e as frutas são excelentes opções para o cardápio de qualquer pessoa.

Nem todo mundo resiste a um suculento bife com batata frita, não é? De vez em quando, é possível “cair em tentação”. No dia a dia, porém, o ideal é optar por carnes magras, como frango e peixe. Aliás, sabemos que os peixes, principalmente os que contêm mais ômega 3, auxiliam na prevenção das doenças cardiovasculares. Isso inclui o salmão, a sardinha, o atum, o linguado, entre outras variedades.

A preferida das crianças, a batata frita, também pode ser substituída pela batata assada. Aliás, evite as frituras! Asse ou grelhe seus alimentos. O processo de fritura provoca alterações químicas no óleo, que fica danoso ao organismo.

Os cereais integrais, como arroz e trigo integral, quinoa e aveia, são indispensáveis na dieta. Também os ricos em fibras têm o poder de melhorar os níveis de colesterol, reduzir o risco de uma série de doenças, como infarto, AVC e diabetes.

Fique Atento!

Existe uma regra básica que não dá para esquecer: menos sal, menos açúcar e menos gordura. Um docinho de vez em quando, tudo bem! De segunda a sexta, porém, escolha os carboidratos complexos (pão integral, feijão, lentilha, grão de bico, batata doce, arroz integral, sementes e grãos, etc).

O carboidrato simples (pão branco, biscoitos, chocolate, balas) é absorvido rapidamente, aumentando os picos de insulina e facilitando o acúmulo de gordura e ainda faz você sentir fome mais rápido.

Já os carboidratos complexos são digeridos e absorvidos lentamente, ocasionando aumento gradual da glicemia, gerando um processo lento na digestão. O que também faz com que você fique saciada por mais tempo.

Ainda é importante incluir o azeite de oliva na dieta, fonte de ácido graxo monoinsaturado, e que ajuda a aumentar os níveis de bom colesterol, favorecendo assim o coração. Já as oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas, por exemplo) ajudam a reduzir os níveis de colesterol por serem fontes de gorduras boas. Também possuem vitamina E e selênio, que apresentam uma forte ação antioxidante.

À mesa, sempre vale a pena recorrer ao velho bom senso. Evite uma dieta restritiva, o ideal é equilibrar. Cuidado com o “pé na jaca” todos os dias. É com esta receita que vivemos mais, com saúde e qualidade de vida.”

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here